21 outubro 2012

TERMAS DOS CUCOS - Imagens de uma visita guiada




Estamos habituados a ver as Termas dos Cucos apenas do lado de fora. O jardim bem arranjado e os edifícios pintados e bem conservados. 
A curiosidade gerava a interrogação: como estão as instalações por dentro?
Feito o contacto, agendámos a visita para 20 de Outubro.

Em baixo:
O sr. Paulo Neiva Vieira, um dos proprietários da estância termal, a quem agradecemos a disponibilidade para nos acompanhar e guiar pacientemente nesta visita em que participaram cerca de 150 pessoas.
Mais atrás, encostado à porta, o sr. Ramiro Fernandes, que trabalha nos Cucos há 61 anos e que mantém limpo e bem tratado o belo jardim envolvente. 
Aos dois, o nosso reconhecimento.





* * * 


Joaquim Moedas Duarte, da Direcção da Associação do Património de Torres Vedras, inicia a visita.


O interior do edifício principal mantém a grandeza e o carácter daquela que foi uma das principais estâncias termais do país na área das doenças reumatológicas e artríticas. Deixou de funcionar em 1998 e a degradação começa a instalar-se. Só com avultados investimentos será possível reactivá-la.






 A secretária do Dr. José António Neiva Vieira, o último médico proprietário das Termas, insigne hidrologista, tragicamente desaparecido num brutal acidente em 1987















No projecto inicial previa-se a construção de 40 chalets para habitação e alojamento de termalistas. Foram construídos 2. Este, "D. Feliciana", ainda foi usado como hotel. Entrámos lá dentro:







* * *

Voltámos ao jardim e dirijimo-nos ao edifício conhecido por "Casino" mas que era apenas um espaço de convívio e restaurante








Entremos:





* * * 

No lado oposto ao casino encontra-se a chamada buvette, captação de água na nascente:
















Cá fora, ali perto, parámos junto ao tanque das lamas medicinais. Era o fim da nossa visita.



Pela majestosa álea central regressámos à estrada que nos traria de volta a Torres Vedras.



(Fotos: Joaquim Moedas Duarte
@ Associação para a Defesa e Divulgação do Património Cultural de Torres Vedras)

6 comentários:

  1. Fatima Saldanha2/4/13

    É com profunda tristeza que vejo este Património Municipal e Nacional, abandonado sem dar hipótese a quem necessita por motivos de saúde do mesmo.
    Caso haja algo que se possa contribuir com a divulgação (...)o favor de dizer.
    Gostaria de saber a quem dirigir uma proposta de exploração do espaço.

    Melhores Cumprimentos
    Fátima Saldanha

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18/4/16

    Como é que isto é assim por dentro, se nos cucos que dava o rebelde way era tão diferente? Isto foi remodelado ou sempre foi assim?? Era fixe um dia abrirem outra vez, mas com isto, e horrível, como é que no rebelde way, era tão lindo, e agora é tá uma nojeira, eu estava tão ansiosa para ver como era por dentro, queria ver se ainda era como no rebelde way mas credo , isto é horrível, no rebelde way foi assim ou teve obras??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada de admirar, cara visitante deste blogue.
      Quando fizeram as gravações da telenovela os exteriores foram pintados, o chão alcatroado, as árvores arranjadas. Era isso que se via. Mas os interiores eram filmados noutro lado, nem sei onde.
      Nada mais ilusória do que a arte do cinema...
      Os interiores estão como vê. Os herdeiros são vários e não se entendem para uma solução. Eventuais interessados vão aparecendo mas desistem, possivelmente assustados com os custos dos restauros.

      Eliminar
  3. A autarquia como interessado na evolução da região nao exerce um papel de mediador entre partes interessadas ? O que tem dito a autarquia acerca deste tema se é que disse alguma coisa ?

    ResponderEliminar
  4. Como será possível visitar o interior dos cucos? e onde ficas o tanque das lamas medicinais?
    Obrigada

    ResponderEliminar
  5. Contactos:

    261313 666
    tvcucos@gmail.com

    O tanque fica por trás da buvette, direita de quem chega à esplanada central.

    ResponderEliminar